03 Configuração de Carteiras

03.1 Para realizar a configuração das carteiras, acesse: Integração BancáriaConfiguraçõesCarteiras.

03.2 Ao abrir, a tela terá a seguinte forma:

Importante: A tela primeiramente é aberta na função de pesquisa das carteiras adicionadas, para acionar a função de adicionar uma nova carteira, deve-se clicar na ferramenta  (Adicionar) da barra de ferramentas do SAP Business One

03.3 No cabeçalho devem-se realizar as seguintes configurações:

Tipo de Carteira: Receber ou Pagar

Código: Código que vai aparecer nas operações que serão realizadas. Como boa prática, é interessante que este código faça referência ao Banco.

Nº Carteira: Carregado automaticamente quando importar a carteira (embora carregado de forma automática, este campo pode ser alterado).

Arquivo de licença: Local onde o caminho do arquivo de licença da carteira deve ser colocado.

Obs: será verificado se o layout informado no campo “Arquivo Licença” pertence ao “Tipo de Carteira” informado, se diferente, o usuário será informado da divergência não permitindo a inclusão ou alteração da carteira.

Licença boleto: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). O mesmo caminho do arquivo de licença.

Lic. Desconto Dupl0: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Campo para informar o caminho da licença para desconto de duplicata.

Descrição carteira: Informação que vem automaticamente quando importar a carteira.  

Layout remessa: Informação disponibilizada quando as Carteiras são importadas. No caso da Carteira a Receber, possui vários tipos de layouts suportados; já para a Carteira a Pagar, por enquanto tem um tipo de layout suportado.

Layout retorno: Informação disponibilizada quando as Carteiras são importadas. No caso da Carteira a Receber, possui vários tipos de layouts suportados; já para a Carteira a Pagar, por enquanto tem um tipo de layout suportado.

Caminho remessa: Local onde a remessa gerada pelo Integração Bancária será salva por padrão.

Nome arquivo: Nomenclatura que será utilizada nos arquivos de remessa.

Fórmula arquivo: Campo preenchido da seguinte forma ‘DDMMYYCOUNT.txt’ essa formula trata de acrescentar como sufixo no nome do arquivo DIA/MÊS/ANO/CONTAGEM DE ARQUIVOS em formato TXT, claro que essas informações podem ser alteradas a preferência de quem configurará a carteira, ressaltando que essa informação (COUNT) da fórmula do arquivo não é obrigatória, porém, toda remessa será sobrescritos caso não haja uma diferenciação de contagem.

Caminho retorno: Local onde o retorno enviado pelo banco deve ser salvo por padrão para posteriormente ser processado pelo Integração Bancária.

Caminho boletos: Local onde serão exportados os arquivos PDF dos boletos.

               Fórmula arquivo (boletos): Local onde informa o nome do arquivo PDF dos boletos.

Variáveis disponíveis para utilização:

{ObjType} = Número do objeto no SAP (13 = NF, 30 = LC, 203 = AD)
{BPLId} = ID da Filial (OBPL.BPLId) – Deve ser utilizado apenas em bases Multi-filial

{Serial} = Número da NF (OINV.Serial, OJDT.Ref1)

{InstlmntID} = Parcela (INV6.InstlmntID, JDT1.LineID)

{Model} = ID do Modelo (OINV.Model)
{SeriesStr} = Série da NF (OINV.SeriesStr)

Importante: Caso a fórmula não seja preenchida será utilizado o formato padrão.

Inativar carteira: É utilizado para inativar uma carteira adicionada no Integração Bancária

Aceite: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança)

Banco emite boleto: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança).Se este campo for selecionado, no envio da remessa vai uma informação dizendo que o banco é o responsável por emitir o boleto.

Banco gera nosso nº: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Se este campo for selecionado, significa que quem gerará o nosso número é o banco, caso não seja marcado, significa que o cliente que gerará o nosso número do boleto.

Permitir alterar valor retorno: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Se este campo for selecionado, na tela para processar o arquivo de retorno, o campo referente ao valor do crédito e valor pago ficarão habilitados para edição.

Somar tarifa bancária: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Este campo é para ser utilizado caso o arquivo de retorno, o valor do crédito ou o valor pago venha descontado com o valor da taxa bancária.

Permitir alterar valor remessa: Se este campo for selecionado, na tela de seleção de títulos, o campo referente ao valor ficará habilitado para edição.

Carteira descontada: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Se este campo for selecionado, o Integração Bancária fará o lançamento contábil de adiantamento de pagamento, da conta banco contra a conta de título descontado.

Cartão de crédito: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Se este campo for selecionado, a carteira será utilizada para geração e processamento de extrato de cartão de crédito

Habilitar DDA: É utilizado na Carteira a Pagar (Pagamentos). Se este campo for selecionado, a carteira poderá ser utilizada no processo de baixa de títulos de DDA

Sem comunicação: Esta opção permite a inclusão de uma nova carteira sem a obrigatoriedade de informar um arquivo de licença. Lembrando que carteiras do tipo “Sem comunicação” não permitem a geração de arquivo de remessa, boleto e processamento de arquivo de retorno.

 

03.4 Na aba “Geral” devem-se realizar as seguintes configurações:

Código do banco: É preenchido automaticamente, de acordo com a licença importada.

Correspondente: Número do banco.correspondente, informado para carteiras com impressão de boleto com bancos correspondentes. Exemplo: Banco Safra – Impressão de boletos do Banco Bradesco

Calcula DAC? : DAC significa ‘Dígito Verificador da Agência/Conta. Quando selecionada essa opção, o Integração Bancária calcula o DAC para enviar à Remessa.

Descrição do banco: É preenchido automaticamente, de acordo com a licença importada.

Agência: Número da agência bancária do cliente.

Correspondente: Número da agência correspondente, informado para carteiras com impressão de boleto com bancos.correspondentes. Exemplo: Banco Safra – Impressão de boletos do Banco Bradesco

Conta corrente: Número da conta corrente do cliente.

Correspondente: Número da conta correspondente, informado para carteiras com impressão de boleto com bancos.correspondentes. Exemplo: Banco Safra – Impressão de boletos do Banco Bradesco

Conta corrente complementar: Campo deve ser preenchido de acordo com a necessidade, para informar na remessa ao banco caso haja uma conta corrente complementar.  

Código cedente/convênio: Código de ser passado pelo cliente, que verificará com o banco se existe algum convenio ou código especifico que deve ser informado na remessa.

Outras conf. 1: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Informações adicionais trazidas com a carteira

Outras conf. 2: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Informações adicionais trazidas com a carteira

Seq. Remessa: Informar o número da remessa que será gerada. Se o cliente nunca utilizou CNAB o número da remessa é sempre 1, caso ele já utilize o CNAB em outro sistema é necessário informar qual foi o número da última remessa que ele gerou, para que não haja duplicidade com outras remessas enviadas anteriormente ao banco.

Início nosso Nº: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). De acordo com a carteira, informar o número inicial do nosso número. Por exemplo: A carteira permite cinco caracteres numéricos no nosso número, logo, o inicio do nosso número é “00001”.

Final nosso Nº: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). De acordo com a carteira, informar o número final do nosso número. Todos os nossos números gerados devem estar no intervalo do início do nosso nº e o final nosso nº. Por exemplo: A carteira permite cinco caracteres numéricos no nosso número, logo, o final do nosso número é “99999”, para que um maior número de “nosso número” possa ser gerado.

Ultimo nosso Nº: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Informar qual foi o último nosso nº gerado. Esse campo é de preenchimento obrigatório para clientes que emitem o nosso nº, para os clientes que o banco emite o nosso número, esse campo não será levado em consideração.

Tipo de endereço: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Pode ser preenchido com endereço de cobrança ou endereço de destinatário.

Remessa Cart.: Se preenchido, a informação do número sequencial da remessa seguirá o número sequencial da outra carteira selecionada neste campo.

Manutenção de títulos: Opções referentes ao processo da tela de Manutenção de título

 

03.5 Na aba “Contabilidade” devem-se realizar as seguintes configurações:

Conta do Banco: conta contábil relativa ao banco configurado na Carteira.

Conta juros: conta contábil para contabilização de juros.

Conta desconto: conta contábil para contabilização de descontos.

Conta multa: conta contábil para contabilização de multa.

Conta abatimento: conta contábil para contabilização de abatimento.

Utilizar tarifa bancária: Marque essa opção, caso opte por contabilizar as tarifas bancárias que venham descontadas no retorno de liquidação. Caso o cliente opte por “Utilizar tarifa bancária”, ele não poderá utilizar a função “Somar tarifa bancária”, a menos que seja marcado a opção “Forçar LC tarifa bancária”.

Forçar LC tarifa bancária: Quando esta opção estiver selecionada, irá forçar a criação do LC de tarifa bancária, caso as opções “Utilizar tarifa bancária?” e “Utilizar conta transitória para baixa?” estejam marcadas.

Conta taxas: conta contábil para contabilização de tarifas.

Conta tit. descontado: conta contábil para contabilização dos títulos de desconto de duplicatas

Conta transitória: conta contábil para ser utilizada como conta transitória

Utilizar conta transitória para baixa: Ao selecionar esta opção, a baixa no SAP Business One será efetuada na conta transitória da carteira e não na conta banco.

Conta delegação: conta contábil em processos de bases multifiliais do SAP Business One

Conta custas cartório: conta contábil para contabilização das custas de cartório

Valor Multa: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Informar o valor de multa que deve ser cobrado após vencimento do boleto.

Valor Juros: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Informar o valor de juros diários que serão cobrados após vencimento do boleto.

% Multa: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Informar a porcentagem de multa que deve ser cobrada após vencimento do título. Só é possível utilizar a função de % de multa ou a função Valor multa, pois, caso seja informado valor de multa, a porcentagem não é calculada. A porcentagem é calculada de acordo com o valor do título.

% Juros: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Informar a porcentagem de juros diários que devem ser cobrados após vencimento do título. Só é possível utilizar a função de % de juros ou a função Valor juros, pois, caso seja informado valor de juros, a porcentagem não é calculada. A porcentagem é calculada de acordo com o valor do titulo.

Dias para cobrança de Multa: Informar o número de dias após o vencimento para iniciar a cobrança de multa

Dias para cobrança de Juros: Informar o número de dias após o vencimento para iniciar a cobrança de juros

Valor desconto: Se for informado valor, será aplicado um valor fixo em cada título.

% desconto: Caso seja informado a %, será aplicado o percentual em cada título.

Dias para concessão de desconto: Informar o número de dias  para iniciar a concessão de desconto.

Habilitar desconto: Opção para habilitar o desconto.

 

03.6 Na aba “Outros” devem-se realizar as seguintes configurações:

Instruções 1: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança).

Instruções 2: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança).

Instruções 3: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança).

Data para baixa: Data do pagamento do título ou data de crédito. Quando o título retornar como liquidado ele utilizará uma das datas selecionadas para efetuar a baixa.

Valor para baixa: Valor pago ou valor do crédito. Quando o título retornar como liquidado ele utilizará um dos valores selecionados para efetuar a baixa.

Instruções caixa: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Instruções que irão aparecer no corpo do boleto. Ex.: “Não aceitar após o vencimento”. Importante: Caso deseje que a mensagem seja impressa com alguma quebra linha (Enter), necessário informar a tag <br> no local desejado para efetuar a alteração de linha. Exemplo: “Pagamento anterior ao dia 5, efetuar desconto de 10%<br>Não aceitar após o vencimento”

Dias protesto: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Quantidade de dias para o título em protesto. Essa informação vai na remessa.

Forma cadastramento: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Ex: 1 – com cadastramento (Cobrança registrada) ou 2 – sem cadastramento (Cobrança sem Registro). Informação enviada no arquivo de remessa

Avalista: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança).

Dias para crédito: Informativo para relatório de fluxo de caixa

Cód. Intr. Movimento: Se esta opção for selecionada, irá informar o código de instrução de movimento. Se não for informado, será utilizado o padrão “00” = Inclusão.

Utilizar Factory como Cedente: Essa função tem como objetivo utilizar a Factoring como Beneficiário e a Empresa como Sacador Avalista no recebimento da cobrança.

Cedente: Campo para informar a Factoring que vai ser usada como Cedente.

Sac/Avalista: Campo para informar a empresa usada como sacador/Avalista.

Para ativar o processo de Factoring como cedente:

– Selecione a opção “Utilizar Factoring como Cedente no cadastro da carteira”

– Cadastre a Factoring como Parceiro de Negócio do tipo “fornecedor”.

– Cadastre a Empresa como Parceiro de Negócio do Tipo “Cliente”.

– Os campos de “Agência” e “Conta” devem ser preenchido com os dados bancários da Factoring.

– Se necessário pode–se customizar o “Recibo do Pagador” do boleto utilizando o arquivo HTML de modelo.

Utilizar endereço do Avalista como Cedente:

Não registro detalhe 2: Se esta opção for selecionada, não irá gerar linhas de detalhes do título a mais na remessa. Isso pode influenciar no momento do envio da remessa, pois se forem enviadas informações inconsistentes nesses detalhes, o banco pode não aceitar a remessa.

Não registro detalhe 3: Se esta opção for selecionada, não irá gerar linhas de detalhes do título a mais na remessa. Isso pode influenciar no momento do envio da remessa, pois se forem enviadas informações inconsistentes nesses detalhes, o banco pode não aceitar a remessa.

Não registro detalhe 4: Se esta opção for selecionada, não irá gerar linhas de detalhes do título a mais na remessa. Isso pode influenciar no momento do envio da remessa, pois se forem enviadas informações inconsistentes nesses detalhes, o banco pode não aceitar a remessa.

Não registro detalhe 5: Se esta opção for selecionada, não irá gerar linhas de detalhes do título a mais na remessa. Isso pode influenciar no momento do envio da remessa, pois se forem enviadas informações inconsistentes nesses detalhes, o banco pode não aceitar a remessa.

Gerar arquivo de remessa único por título (CP):  Opção para geração de arquivo de remessa por título no contas a pagar

Remover linha branco Remessa: Se esta opção for selecionada, a última linha em branco no arquivo de remessa será removida

Utilizar observações da NF: Se esta opção for selecionada, o conteúdo da observação da nota ou do lançamento contábil será mostrado no campo Observação na tela de seleção de títulos. Caso esta opção esteja desmarcada, a Observação do Parceiro de Negócios que impresso na tela de seleção de títulos

Imprimir boleto na NF: Se esta opção for selecionada, será possível gerar os títulos diretamente da aba Integração Bancária das notas fiscais do SAP Business One

Opções para emissão de Boletos pelo Integração Bancária

Emitir boleto com DAC: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Emitir boleto com o dígito verificador. O Integração Bancária calcula o DAC na linha digitável do Boleto no momento da emissão.

Não gera mensagem juros: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Emitir boleto sem mensagem de juros.

Não gera mensagem multa: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Emitir boleto sem mensagem de juros.

Não gera mensagem protesto: É utilizado na Carteira a Receber (Cobrança). Emitir boleto sem mensagem de protesto.

Gerar boleto com Folha de Rosto: Se esta opção for selecionada, irá gerar a Folha de Rosto na impressão dos boletos. Para ativar a impressão é necessário habilitar no Cadastro da Carteira:

Importante: O boleto será gerado com uma folha de rosto padrão, caso queira customizar o layout, será necessário criar/editar um arquivo HTML e colocá-lo na pasta de ampliações com a seguinte nomenclatura: “CarnetCapaPersonalizado_{CodigoCarteira}.html”. Substituir a variável {CodigoCarteira} com o código da carteira. O html de modelo fica localizado na pasta do Add-on: Integração Bancária/Html/sbnk/Padrao_Capa.htl

 

03.7 Na aba “Ocorrências” devem-se realizar as seguintes configurações:

Código ocorrência: Código da ocorrência.

Descrição: Campo descritivo da Ocorrência.

Tipo: Campo para selecionar qual o tipo de ocorrência cadastrada, ocorrência de remessa, retorno ou de extrato de cartão de crédito

Tipo retorno: É o que realmente irá influenciar no título enviado ao banco; se no retorno o status do título vier como ‘Confirmação’, o título será confirmado no Integração Bancária; se no retorno o status vier como ‘Erro’, o título virá na aba erro no Integração Bancária, e será informativo para o cliente; se o título vier no retorno com status ‘Liquidação’, o título será liquidado no Integração Bancária.

Tipo remessa: Campo para selecionar qual o tipo da ocorrência do tipo remessa, ocorrência de alteração de vencimento ou de baixa do título.

Extensão: Campo para identificar através do nome do arquivo qual tipo de retorno deve ser processado (solicitado no manual de pagamento do banco Banestes). Para o banco Banestes o arquivo de retorno com nome .RT1 refere-se somente a ocorrência de Confirmação/Rejeição e arquivo de retorno com nome .RT3 se refere a ocorrências de Liquidação/Rejeição. Por isso é importante o usuário informar o nome da extensão no cadastro da ocorrência.

 

03.8  Carteiras de Cobrança.

– Para configurar uma carteira do tipo COBRANÇA, primeiramente deve solicitar o arquivo de layout a equipe comercial da SuperaBiz

– Após obter a licença, é necessário criar a carteira no Integração Bancária, ao abrir a tela de configuração da carteira, informe um código para a carteira, informe o tipo de carteira e clique no botão em destaque (VERMELHO) para indicar o caminho da licença para o Integração Bancária.

– Uma janela será aberta, na qual se deve localizar a pasta em que as licenças estão salvas. Uma boa prática seria criar um diretório na pasta C:\ ou qualquer outra partição compartilhada para separar as licenças por Bancos e Pastas devido a grande variedade de licenças por banco.

Ex.: C:\Program Files (x86)\SAP\SAP Business One\B1_SHR\CNAB\LICENÇA

– Selecione a licença e clique em abrir.

Importante: Caso seja necessário atualizar o arquivo de carteira para alguma correção do layout, é imprescindível que o processo acima seja refeito para atualizar as informações do arquivo no SAP Business One

– Após selecionar o caminho da licença, informe o mesmo caminho para licença de boleto. Há carteiras em que licença do boleto é diferente, nesses casos, informe o caminho da licença do boleto.

– Informe os caminhos de remessa e retorno e preencha o nome do arquivo e o formato que ele será salvo.

– Preencha as informações em vermelho conforme instruções passadas pelo cliente:

03.8.1  Aba Geral

 

– Preencha as informações conforme informado pelo cliente em levantamento prévio:

– Agência, Conta Corrente, Conta complementar (se necessário), convênio, seq. remessa, início e final nosso nº, ultimo nosso nº e tipo de endereço.

Observação: Ao receber o arquivo de licença da carteira, a Superabiz também encaminha um documento com as especificações de configuração de agência, conta, referente a carteira solicitada para auxílio.

03.8.2  Aba Contabilidade

– Preencha as informações conforme informado pelo cliente em levantamento prévio: contas contábeis, se o cliente vai lançar as tarifas bancárias, valor ou porcentagem de juros, valor ou porcentagem de multa.

03.8.3  Aba Outros

Esta Aba contém informações adicionais para impressão de boleto, geração de remessa e leitura de retorno.

Preencha as informações conforme informado pelo cliente em levantamento prévio: dias para protesto, valor e data para baixa, instruções a caixa e as configurações para emissão de boleto.

03.8.4  Aba Ocorrências

Nesta Aba serão cadastradas as ocorrências que o Banco retornará com relação a sua remessa, se ela foi aceita ou não, se foi confirmada, ou até mesmo liquidação, para que o Integração Bancária realize as operações necessárias.

Os códigos e os tipos de ocorrência são encontrados nos manuais de cobrança de cada Banco e devem ser cadastradas nesta tela.